terça-feira, 17 de agosto de 2010

Guitar Rage


Guitar Rager

"Seus dedos vão fritar no teclado com este jogo gratuito que é extremamente fiel a Guitar Hero e Rock Band!"

Depois do sucesso dos games Guitar Hero e Rock Band e das suas versões modificadas para computador, tais como Frets on Fire e Guitar Zero, agora chegou a vez dos brasileiros dominarem os palcos com Guitar Rage, um remake em português para você se divertir ao som dos maiores clássicos da história do Rock!
ATENÇão
No primeiro lançamento do beta 4, Guitar Rage apresentou uma falha quando o comando de palhetar era alternado. Para corrigi-lo, baixe este arquivo, descompacte-o em seu computador e arraste o aplicativo executável “game” sobre o original, sobrescrevendo-o.

Na guitarra ou na bateria
Todas as versões anteriores do game se baseavam em Guitar Hero para a interface. Contudo, agora para a beta 2.4 foram utilizados elementos de Rock Band, outro jogo do gênero e também muito famoso, o que deixa tudo ainda mais bonito!
Mas a novidade não para por aí, pois os instrumentos adicionais (baixo e bateria) também estão disponíveis para que você tenha o dobro da diversão!

 Apenas aquecendo
Para os novatos de plantão — que não querem passar vergonha ao tocarem suas músicas prediletas pelo teclado — há o modo de treino. Ele funciona exatamente como o normal, em que é possível selecionar as dificuldades e instrumentos, mas não o penaliza pelas suas falhas.
Dessa forma você pode errar à vontade antes de ir para a pancadaria de verdade e aperfeiçoar seus melhores licks de guitarra ou viradas na bateria.


Músicas para todos os gostos
O pacote de instalação traz três músicas. Na opção “Rock Band” estão Welcome Home (de Coheed e Cambria) e Tom Sawyer, um dos maiores sucessos da banda Rush. Ambas podem ser tocadas em três versões de instrumentos.
Já a guia Guitar Hero conta com Paranoid, talvez a música mais famosa de Black Sabbath, para entretê-lo. Infelizmente só está disponível a faixa para guitarra.

Mas a boa notícia é que Guitar Rage conta com seu próprio conversor de músicas. Você pode importar canções feitas para outros aplicativos, como o Frets on fire (arquivos FOF) ou o Guitar Zero, diretamente. Para isso, selecione o miniprograma “Conversor” na pasta principal e navegue até o arquivo a ser transformado.

Facilitando sua vida
Tradicionalmente você deve pressionar os botões correspondentes às cordas e outro para palhetá-las. Contudo, pensando nas pessoas que jogam pelos teclados, o desenvolvedor inseriu uma opção que requer apenas que você aperte os botões no momento certo.

Assim, Guitar Rage funciona exatamente como Guitar Hero jogado em um controle normal. Fica muito mais fácil e você ainda não corre o risco de ouvir se computador apitar por não reconhecer diversas teclas simultaneamente.
Configurações adicionais
Se algo nas configurações padrão não lhe agradar, selecione “Configurador” na pasta descompactada. Por esta tela é possível reconfigurar os botões de bateria e guitarra, adicionar comandos para o controle de sua preferência (USB) e até mesmo desativar as animações do game, algo que pode resultar no ganho de desempenho.



Nenhum comentário:

Postar um comentário